domingo, 21 de outubro de 2012

Gol – Segunda Geração – 1994

Olá, boa tarde!

A segunda geração, conhecido como Projeto AB9 (baseada na B2, do Santana) e apelidado como "Gol Bolinha", que trazia uma carroceria totalmente nova, moderna que apresentou linhas mais arredondadas em relação à versão anterior, assim ganhando do público o apelido de "Gol Bola" no Brasil. Apesar da Volkswagen apresentar um projeto de carroceria novo, a plataforma era basicamente a mesma adotada em sua primeira geração, ajudando a manter soluções praticamente idênticas no que diz respeito a suspensão, motorização e freios.

Foi lançado nas versões 1000i, 1000i Plus além das CL, GL e GTI (agora com "I" maíúsculo), nas versões de motorização 1.0, 1.6, 1.8 (opcionalmente no modelo CL) e 2,0 litros, respectivamente. O Gol de geração anterior, ou o "quadrado", também fazia parte da família e não saiu de linha, se mantendo como carro de entrada da marca. A única opção da carroceria tinha motor 1.0. A versão Furgão deixa de ser produzida.

Em 1995 o Gol CLi 1.6 saiu com 86cv de potência, e já em 1996 o mesmo Gol CLi saia de fábrica com apenas 81cv de potência, tornando um fato bastante curioso. Porém explicado pela colocação de um catalisador que o tornou menos potente e consequentemente perdeu 5cv.

Foi lançado o Gol GTI (1996) com motor 2.0 16V e 145cv, que trazia um discutível calombo no capô para poder comportar o (largo e alto) cabeçote no motor, que não caberia ali sem tal adaptação uma vez que o bloco era do Golf 1.8 alemão. Já o Gol GTi 8V de 120cv (gasolina), na época lutava contra os modelos Uno Turbo i.e, Kadett GSi e Escort XR3.

Também foi lançado neste ano o Gol TSi, que tinha a missão de suceder os antigos modelos GTS, e não obteve sucesso pois apresentava somente alterações estéticas sem mudanças drásticas no motor, que seguia a mesma linha dos motores 1.8, sem potência para velocidades altas e com péssima retomada de velocidade do restante da linha.

1997: Seu motor passou a possuir injeção eletrônica multiponto de combustível em todos os motores desta linha e houve também alteração em suas nomenclaturas. O modelo CLi por exemplo passou a ser denominado como 1.6 CL MI.

Houve também uma alteração na motorização do modelo TSi com motor 2.0, passando de 109cv da versão GTI 8V, para 111cv nesta nova versão. Neste mesmo ano é oferecida a versão GL também com opção de motor 1.6, que até então possuía motor somente 1,8 litro.

Fonte: Nadave.net

Abraços,

Chapecó Kombi Clube


Nenhum comentário:

Postar um comentário